Verificação da curva de Kuznets para os municípios do Estado de Santa Catarina: uma análise paramétrica e não paramétrica para os períodos de 1991, 2000 e 2010

Julio Cesar Araujo da Silva Junior, Cesar Augusto Pereira dos Santos, Cassieli Da Silva, Julio Folle
2016 Perspectiva Econômica  
Este é um artigo de acesso aberto, licenciado por Creative Commons Atribuição 4.0 International (CC-BY 4.0), sendo permitidas reprodução, adaptação e distribuição desde que o autor e a fonte originais sejam creditados. Resumo. Um questionamento que periodicamente surge em investigações empíricas na literatura diz respeito à relação entre o crescimento econômico e a desigualdade de renda. O objetivo deste estudo é testar a hipótese de Kuznets para os municípios do estado de Santa Catarina, com
more » ... dos do índice de Gini e renda per capita dos anos de 1991, 2000 e 2010. Para isto, especificações de polinômios de graus dois e três e modelos de dados em painel foram utilizados. Adicionalmente foram estimadas regressões não paramétricas, pelo método de estimação B-splines. Os resultados sugerem a validação da hipótese de Kuznets para as duas diferentes especificações paramétricas, corroborados pela análise não paramétrica. Outro fato verificado foi que a desigualdade para quantis de concentração de renda mais baixos reage mais rapidamente a aumentos de renda per capita do que para quantis de desigualdade mais alta. Palavras-chave: hipótese de Kuznets, distribuição de renda, municípios de Santa Catarina. Abstract. A question which periodically arises in empirical investigations in the literature regards the relation between economic growth and income inequality. The purpose of this study is to test the Kuznets hypothesis for the municipalities of the state of Santa Catarina, with data from the Gini index and the per capita income of the years 1991, 2000 and 2010. For this purpose, polynomial specifications of degree two and three and panel data models were used. Additionally, non-parametric regressions were estimated by means of the B-splines estimation method. The results suggest the validation of the Kuznets hypothesis for the two parametric specifications, supported by the non-parametric analysis. Another fact found was that the inequality for the quantile concentration of lower income reacts much faster to per capita income growth than for higher inequality quantiles.
doi:10.4013/pe.2016.121.05 fatcat:7mavdzuqdnfhfoq4nam2x6zc6i