Análise da infiltração bacteriana em dentes restaurados com núcleos metálicos fundidos e cimentados com diferentes tipos de cimento

Florença Castro Fernandes, Maria Eugênia Alvarez-Leite, Wellington Correa Jansen, Paulo Isaias Seraidarian, Martinho Campolina Rebello Horta, Eduardo Nunes, Frank Ferreira Silveira
2015 Revista Odonto Ciência  
Objective: The aim on this study was to evaluate the coronal infiltration of restored samples with cast post cores, cemented with different types of cement. Methods: Forty-eight rooted samples extracted from humans were instrumented with rotatory system and prepared dentist's drill wide to the confection of the molten core. The samples were divided in three experimental groups and two control groups. Group 1 was cemented with zinc phosphate cement; group 2 with glass ionomer cement, and group 3
more » ... with resin cement. The samples were assembled in a double chamber model system, and their leakage detector was the Enterococcus faecalis. The inoculation was renewed every three days during 60 days. The microleakage was daily evaluated through the observation of the culture medium regarding its turbidity. Results: Microleakage occurred in positive group. There was no microleakage in the negative group. It was detected 66, 66%, 25%, and 41, 66% of microleakage in groups 1, 2 and 3. The statistical analysis carried out by the Wilcoxon-test, revealed a considerable difference between cements, being the zinc phosphate cement the one with the worst results. Conclusion: The cementation procedure of molten metallic cores can be important to delay the contamination of teeth in need of coronal reconstruction. Análise da infiltração bacteriana em dentes restaurados com núcleos metálicos fundidos e cimentados com diferentes tipos de cimento Resumo Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar a infiltração bacteriana por via coronária de espécimes restaurados com núcleos metálicos fundidos e cimentados com três diferentes tipos de cimento. Métodos: 48 espécimes extraídos de humanos, que foram instrumentados com o sistema rotatório e preparados com broca para a confecção do núcleo metálico fundido. Os espécimes foram divididos em três grupos experimentais e dois grupos-controle. Grupo 1 foi cimentado com cimento fosfato de zinco; grupo 2 cimentado com cimento de ionômero de vidro e grupo 3 com cimento resinoso. Os espécimes foram montados em um sistema modelo de câmara dupla, e tiveram como indicador da infiltração o Enterococcus faecalis. A inoculação foi renovada a cada três dias, durante sessenta dias. A avaliação da infiltração foi realizada diariamente pela observação do meio de cultura quanto à turvação. Resultados: Em todos os espécimes do grupo-controle positivo, observou-se a presença de infiltração. No grupo-controle negativo, não ocorreu infiltração. Detectaram-se 66,66%, 25% e 41,66% de infiltração nos grupos 1, 2 e 3. A análise estatística realizada pelo Teste-Wilcoxon, mostrou haver diferença significativa entre os cimentos, com o cimento fosfato de zinco apresentando os piores resultados. Conclusão: O procedimento de cimentação de núcleos metálicos fundidos pode ser importante para retardar a contaminação em casos de dentes que necessitem de reconstrução coronária. Palavras-chave: Cimentos odontológicos; Microinfiltração; Núcleos metálicos fundidos 8 Rev Odonto Cienc 2015;30(1):7-11 Microleakage in cast post cores | Fernandes et al.
doi:10.15448/1980-6523.2015.1.17069 fatcat:wqtokjm5srckjebc5nv5zdtmle