Apendicite aguda e suas complicações cirúrgicas/Acute apencitis and its surgical complications

Ítalo de Deus Rios Bastos, Heitor Moita Mota, Afonso Nonato Goes Fernandes, Tiago Pinho Gurgel, José Stênio Sampaio B. Neto, Thales Benevides de Souza, Renee Dominik C. Pereira Osorio, Juliana Rodrigues Rolim
2021 Brazilian Journal of Health Review  
A apendicite aguda é uma das patologias mais frequentes que sempre afetaram o ser humano. De fato, estima-se que cerca de 8% da população mundial é operada ao longo da vida por essa patologia. É a emergência abdominal mais frequente, com incidência na Europa e nos Estados Unidos de aproximadamente 100 casos por 100.000 habitantes / ano, afetando ambos os sexos de forma semelhante. OBJETIVO: relatar as principais complicações pós operatórias relacionadas apendicectomia. METODOLOGIA: foi
more » ... para a pesquisa as seguintes bibliotecas virtuais: a Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), através da base de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs); a Scientific Eletronic Library Online (ScIELO) e o PubMed. A busca ocorreu no mês de janeiro de 2021, utilizando os seguintes Descritores em Ciências da Saúde (DeCS): Apendicectomia, Apendice, Complicações, Resultado RESULTADOS: As principais complicações foram: abcesso de parede (12,65%), fistula enterocutânea (2,53%), pneumonia (1,65%), obstrução intestinal (1,65%), sepse (1,65%), além de farmacodermia, infecção urinária e hipoglicemia. DISCUSSÃO: As complicações locais mais freqüentes referidas na literatura são os abscesso de parede, abscessos residuais, obstrução intestinal, fistula fecal, evisceração, eventração, peritonites e hemorragia . Outras complicações gerais comuns a qualquer celiotomia são as infecções respiratórias, urinárias, cardíacas, hematomas, hemorragias subcutâneas e infecções hospitalares, em geral, flebotromboses e tromboflebites séptica. A apendicectomia laparoscópica (AL) não estão associado a uma taxa de complicações menor do que a apendicectomia aberta (AA) e, acima de tudo, ALs são mais caros do que os AA. CONCLUSÃO: Acreditamos que a identificação precoce favoreceria a prevenção secundária das complicações e a diminuição de sua morbidade. No entanto, a apendicectomia laparoscópica para apendicite perfurada foi associada a uma tendência importante para uma taxa maior de formação de abscesso intra-abdominal, sendo esta a principal complicação de uma apendicectomia.
doi:10.34119/bjhrv4n1-174 fatcat:7guj22zpwzgonixckpbx2oamu4