Influência do monitoramento de indicadores e informações de saúde bucal no desempenho das equipes de saúde bucal em estado Amazônico

Gabriel Mácola De Almeida, Pettra Blanco Lira Matos, Lucas Oliveira Da Silva, Diandra Costa Arantes, Adalberto Lírio de Nazaré Lopes, Rosana Nazaré Leão Souza, Cecília Abrahão Nascimento De Santi, Flávia Sirotheau Corrêa Pontes, Helder Antônio Rebelo Pontes, Liliane Silva Do Nascimento
2020 Revista Eletrônica Acervo Saúde  
Objetivo: Verificar a situação e impacto do monitoramento e avaliação dos indicadores e informações de saúde bucal sobre o desempenho das Equipes de Saúde Bucal (ESB) no estado do Pará. Métodos: Estudo ecológico descritivo que utilizou dados secundários das ESB participantes do 2º ciclo do PMAQ-AB Pará. Para avaliação da relação entre o monitoramento de indicadores e o desempenho das ESB, foram utilizados os testes qui-quadrado e regressão logística multinominal. Resultados: Participaram 500
more » ... Participaram 500 ESB. A maioria das equipes não realiza monitoramento e análise dos indicadores e informações de saúde bucal (245; 49,0%), tendendo a apresentar desempenho regular e insuficiente. Cento e oitenta e três (36,6%) equipes recebem apoio para a discussão dos dados de monitoramento, apresentando diferenças estatisticamente significativas entre as equipes que recebem e as que não recebem este apoio (p<0,05). Verificou-se que as ESB que realizam monitoramento dos indicadores têm 8,86 mais chances de receber um bom desempenho e 29,85 mais chances de apresentar um ótimo desempenho. Conclusão: Houve impacto positivo no desempenho das ESB que realizaram e receberam apoio no monitoramento dos indicadores, reafirmando esta prática como ferramenta fortalecedora e necessária dos serviços de atenção à saúde.
doi:10.25248/reas.e3513.2020 fatcat:lf3wpxsqnngb3d54ny3dyxcjy4