Variações da cor preta e negra na pintura de Eduardo Sued

Marcela Rangel
2009 ARS  
Eduardo Sued transforma o pigmento preto de sua paleta física em campos cromáticos em suas pinturas. Ele costuma diferenciar a cor preta da cor negra. Diz que o preto torna-se negro à medida que a escuridão e a intensidade vão se apossando dele. Para Sued, o preto permite o passeio apenas em sua superfície, enquanto no negro há profundidade. "Há noites pretas e noites negras!" Nesta entrevista, Sued discorre sobre o que fomenta sua produção pictórica, em especial o uso que faz da tinta preta
more » ... z da tinta preta para criar seus pretos e seus negros.Eduardo Sued transforms the black pigment of his physical palette in color fields on his paintings. He usually distinguishes black from "darkblack". He says black goes to "dark black" as darkness and intensity take hold of it. For him, the black works only on its surface, while "darkblack" is deep. "There are black nights and 'darkblack' nights!" In this interview Sued talks about what promotes his pictorial production, in particular his use of black paint to create his black and darkblack fields.
doi:10.1590/s1678-53202009000200003 doaj:3e3b80370a3344fda61c17bf7fcdbc44 fatcat:t5x3ithnyzfq3h4yfevp2tft2y