TRABALHO, MEDICALIZAÇÃO E PILHAGEM: O NEGÓCIO DA VIDA

João Henrique Santana Stacciarini, Eguimar Felício Chaveiro, Ronan Eustáquio Borges
2020 Revista Pegada Eletrônica  
O presente trabalho estruturou-se através de diálogos entre os campos de saúde do trabalhador e análise territorial. Como objetivo, busca-se compor uma investigação do aumento da medicalização da vida justapondo-a à pilhagem territorial. A questão central é: como as mudanças organizativas, morfológicas e de conteúdos sociais do mundo do trabalho relacionam ao profundo crescimento da medicalização da vida? Tomou-se como suporte teórico o seguinte: o capitalismo não possui interesse pelo
more » ... resse pelo trabalhador sadio, nem morto, por isso o adoece. O adoecimento torna-se um produto da pilhagem que devassa a potência humana e se torna a justificativa para a medicalização da vida. Para desenvolvimento destas análises, contou-se com pesquisas, parcerias e interlocuções com a FIOCRUZ-RJ, o grupo de Pesquisa "Espaço, Sujeito e Existência" e membros da Geografia do Trabalho – UNESP- Presidente Prudente- SP.
doi:10.33026/peg.v21i1.6919 fatcat:7v45uoxgtzgz3bao64xke5zsv4