IDENTIDADE E ESPERANÇA: INTERFACES E COMPLEMENTARIEDADES ENTRE A FILOSOFIA E A TEOLOGIA EM PAUL RICOEUR

René Armand Dentz
2022 Revista Caminhos - Revista de Ciências da Religião  
É a identidade narrativa que possibilita ao autor a construção da narrativa de sua existência. O si-mesmo (ipse) surge pelo conhecimento e é constituído a partir da elaboração do existir, por meio da narrativa. Ou seja, a ipseidade pode ser concebida como um si instruído pelas obras da cultura que ele aplicou a si mesmo, em seu caráter reflexivo. Esse conceito pode ser aplicado a um indivíduo ou a uma comunidade, pois os dois se constituem em sua identidade recebendo essas narrativas que se tornam sua história efetiva.
doi:10.18224/cam.v20i1.12179 fatcat:5pha3gw37vfcleet7t57gunx7i