Avaliação do efeito de borda da Reserva Biológica de Pindorama, SP

M. T. V. N. Abdo, S. V. Valeri, A. S. Ferraudo
2015 Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável  
<p>Caracterizou dois fragmentos de floresta estacional semidecidual da Reserva Biológica de Pindorama, SP. Em 65 parcelas de 400 m<sup>2</sup> avaliou-se: grau de infestação na parcela, distância da borda, altura, área basal e grau de infestação das quatro maiores árvores e num quadrante sorteado avaliou-se solo, a altitude, o número de espécies, o número, a área basal e a altura de todos indivíduos arbóreos com diâmetro a altura do peito (DAP) ≥ a 5 cm e a fitossociologia. O agrupamento
more » ... agrupamento hierárquico dividiu as parcelas em dois grupos onde determinou-se valores médios das variáveis, Índices de diversidade de espécies (H') e Coeficiente de equabilidade (J) e a similaridade entre os grupos com o Índice de similaridade de Jaccard (ISJ). O agrupamento hierárquico, k-médias e componentes principais caracterizaram grupos de parcelas semelhantes e as variáveis com maior poder de discriminação foram: altura das quatro maiores árvores, número de indivíduos por parcelas, área basal total, infestação por parcelas, número de espécies. No Grupo 2 houve maior infestação de plantas invasoras e lianas nas quatro maiores árvores e menor distância das parcelas da borda com mais parcelas sob efeito de borda (31,75%). O Grupo 1 teve menor porcentagem de parcelas sob efeito de borda (22,22%). </p><p align="center"><strong>Edge effect evaluation of Pindorama Biological Reserve-SP</strong></p><p><strong>Abstract</strong><strong>:</strong> Edge effect evaluation in two forest remnants in the Biological Reserve Pindorama, SP, in 65 plots of 400 m<sup>2</sup>, using data of: degree of infestation in the plot, distance from edge, height, basal area and degree of infestation of the four largest trees. In a random quadrant were evaluated soil and altitude, species number, number, basal area and height of trees with diameter at breast height (DBH) ≥ 5 cm and phytosociological describers: density absolute and relative, relative dominancy, frequency relative and absolute , importance value, species diversity index (H '), evenness coefficient (J) and similarity index (ISJ). The hierarchical clustering gathered parcels into two groups with specific values of the variables H' an J and ISJ between them. The k-means and principal components analyses characterized similar plots groups and the variables with greater power of discrimination were: height of the four largest trees, number of individuals in plots, total basal area, infestation in plots, number of species. Group 2, closer to the edge had higher infestation of weeds and vines in the four largest trees 31,75% plots under edge effect and Group 1 had a lower percentage of plots under edge effect (22.22%).</p>
doi:10.18378/rvads.v10i4.3398 fatcat:nulcqn776ngrnhu5dwtx4q6pqa