Fictionalism and mathematical explanations

Pamela Ann Jose Boongaling
2019 Filosofia Unisinos  
In this paper, I place Mary Leng's version of mathematical instrumentalism within the context of the debate in mathematical realism/anti-realism as well as within the context of the platonism/nominalism debate. I maintain that although her position is able to show how the conjunction of Quinean naturalism and confirmational holism does not necessarily lead to the conclusion that mathematical objects must necessarily exist for they are indispensable in our best scientific theories; her usage of
more » ... ries; her usage of both theses still leads to platonism. Such is the case for her characterization of scientific theories as akin to a set-theory that accommodates fictitious objects and statements within it is untenable due to the dependence of fictions on a realist ontology. Keywords: fictionalism, mathematical instrumentalism, indispensability argument, Mary Leng, platonism, nominalism. RESUMO Neste artigo, situo a versão de Mary Leng do instrumentalismo matemático no contexto do debate do realismo/antirrealismo matemático, bem como no contexto do debate do platonismo/nominalismo. Sustento que, embora sua posição seja capaz de mostrar como a conjunção do naturalismo quineano e do holismo confirmatório não leva necessariamente à conclusão de que os objetos matemáticos devem necessariamente existir, pois são indispensáveis em nossas melhores teorias científicas, seu uso de ambas as teses ainda leva ao platonismo. Esse é o caso de sua caracterização das teorias científicas, semelhante a uma teoria dos conjuntos que acomoda objetos e declarações fictícias dentro dela, sendo insustentável devido à dependência de ficções em relação a uma ontologia realista. Palavras-chave: ficcionalismo, instrumentalismo matemático, argumento da indispensabilidade, Mary Leng, platonismo, nominalismo.
doi:10.4013/fsu.2019.203.05 fatcat:4mjl2iytn5b5xinzjclm5fyzry