Avaliação das características físicas da bacia hidrográfica do Rio Pariquera-Açu no Baixo Ribeira De Iguape (SP)

Pedro Henrique dos Santos Coliado, Vanessa Cezar Simonetti, Darllan Collins da Cunha e Silva
2020 Holos Environment  
As características morfométricas das bacias hidrográficas são elementos essenciais para a avaliação do comportamento hidrológico e sua relação com a maximização ou minimização dos impactos ambientais. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi analisar a morfometria da bacia hidrográfica do rio Pariquera-Açu no Baixo Ribeira de Iguape (SP) com o uso de técnicas geoprocessamento, visando obter informações que forneçam subsídios para o planejamento e gestão desta área quanto à preservação,
more » ... eservação, racionalização do seu uso e recuperação ambiental. A bacia hidrográfica possui uma área de 345,27 km² e suas principais atividades econômicas provém do cultivo de chá e banana. As curvas de nível foram extraídas do Modelo Digital do Terreno (MDT) do satélite japonês Alos e a hidrografia das cartas topográficas do Instituto Geográfico e Cartográfico (IGC) para determinação dos índices morfométricos. Os resultados demonstraram que os valores medianos da densidade de drenagem, associados à presença de áreas planas e baixo coeficiente de rugosidade, facilitam a infiltração da água no solo, diminuindo o escoamento superficial, bem como o risco de erosão e degradação ambiental, e, ainda, propicia o desenvolvimento agrícola. Os valores baixos do índice de circularidade e do coeficiente de compacidade indicam que a bacia tende a ser alongada, com menor suscetibilidade à ocorrência de enchentes acentuadas. Entretanto, devido ao relevo suave nas áreas próximas aos cursos de água podem ocorrer episódios de enchentes, portanto, estas áreas devem receber uma atenção especial por parte dos gestores públicos ao que tange o monitoramento e ações de conservação.
doi:10.14295/holos.v20i3.12386 fatcat:avbqohovhzgrdllqeiutx7ni5m