AGRICULTURA FAMILIAR: UM ESTUDO SOBRE AS INICIATIVAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DO MUNICÍPIO DE CRUZ ALTA

Cleiton Sell, Lixieski, Virgolin, Isadora Cadore, Silva, Enedina Teixeira, Neubauer, Vanessa Steigleder
unpublished
RESUMO A Economia Solidária caracteriza-se por atividades econômicas, geridas na base da cooperação entre os seus trabalhadores/as, numa perspetiva de desenvolvimento local e de construção de outras relações sociais, emancipadoras e equitativas. É baseada numa visão que vai para além do econômico, e integra fortemente a educação, a cultura, a ação política para a transformação social. Este trabalho deriva de um projeto de pesquisa do Programa Institucional de Iniciação Científica da Unicruz,
more » ... está sendo executado, com o objetivo de conhecer as experiências de Economia Solidária desenvolvidas no âmbito da Agricultura Familiar em Cruz Alta, analisando suas características e dinâmicas de funcionamento neste município. A pesquisa caracteriza-se como qualitativa do tipo descritiva cujos dados estão sendo coletados através de entrevistas semi-estruturadas. Ressalta-se que o trabalho foi elaborado a partir de dados coletados ainda na fase da revisão de literatura, onde a partir dos mesmos até o presente momento foi possível verificar que a agricultura familiar, é influenciada por uma série de fatores que impedem que o trabalho da Economia Solidária se desenvolva com melhores resultados, tais como os investimentos que os trabalhadores fazem para obterem produtos através da agricultura, a falta de motivação das famílias causando o êxodo rural entre outros. No entanto, a economia solidária não deixa de ocupar um espaço importante na vida das famílias que buscam sua subsistência por intermédio da agricultura familiar, por ser uma alternativa de geração de trabalho e renda para os trabalhadores rurais na medida em que os produtos produzidos no rural encontram possibilidade de comércio (ainda que restrita) nas feiras de economia solidária de Cruz Alta.
fatcat:znnvlic4w5fdrl6337vrwxa7fy