QUANTIFICAÇÃO DE COMPOSTOS BIOATIVOS E POTENCIAL ANTIOXIDANTE TOTAL DE FRUTEIRAS NATIVAS DE ALAGOAS

Everton Ferreira dos Santos, José Dailson Silva de Oliveira, Ivanildo Claudino da Silva, Cibele Merched Gallo, Rychardson Rocha de Araújo, Eurico Eduardo Pinto de Lemos, Leila de Paula Rezende
2020 Revista Ouricuri  
Resumo: O objetivo do presente trabalho foi quantificar os teores de antocianinas e flavonoides e avaliar o potencial antioxidante das seguintes frutas nativas: araçá-boi (Eugenia stipitata McVaugh), araçá-pera (Psidium acutangulum DC.), murici (Byrsonima verbascifolia L. Rich), maçaranduba (Manilkara salzmanii Lam.) e trapiá (Crateva tapia L). Os teores de antocianinas e flavonoides foram determinados segundo a metodologia desenvolvida por Francis (1982), utilizando-se 1 g de polpa para cada
more » ... e polpa para cada espécie frutífera e solvente extrator solução de Etanol-HCl (85:15%), sendo os resultados expressos em mg 100 g -1 de polpa. O potencial antioxidante foi avaliado pelo método do DPPH, que tem por base a redução da absorbância na região visível do comprimento de 515 nm na presença de antioxidante, sendo realizado em triplicata e os resultados expressos em EC50. Para a análise dos dados foi realizada uma estatística descritiva, onde foram obtidos os valores médios e o desvio-padrão da média. Observaram-se quantidades expressivas de antocianinas totais nos frutos estudados, porém, os frutos de maçaranduba e trapiá apresentaram os maiores teores, com valores médios de 12,57 ± 2,28 mg 100 g -1 e 5,32 ± 0,41 mg 100 g -1 , respectivamente. Os maiores teores de flavonoides totais foram observados nos frutos de murici e trapiá, com médias de 33,43 ± 0,64 mg 100 g -1 e 31,19 ± 0,95 mg 100 g -1 , respectivamente. O fruto de araçá-boi foi o que apresentou maior potencial antioxidante com EC50 médio de 0,07 g DPPH/g fruto. As espécies constituem fontes potenciais de compostos bioativos e apresentam alto potencial antioxidante, podendo fazer parte da dieta da população como alimento funcional, bem como viabilizar a agregação de valor aos frutos produzidos na região. Palavras-chave: Eugenia stipitata McVaugh; Psidium acutangulum DC.; Byrsonima verbascifolia L. Rich; Manilkara salzmanii Lam.; Crateva tapia L. Abstract: The objective of the present work was to quantify the anthocyanin and flavonoid contents and to evaluate the antioxidant potential of the following native fruits: araçá-boi, araçápera, murici, maçaranduba, and trapiá. Anthocyanins and flavonoids contents were determined according to the methodology developed by Francis (1982) , where 1 g of pulp was used for each fruit species and solvent extractor solution of Ethanol-HCl (85: 15%), being the results expressed in mg 100 g -1 of pulp. The antioxidant potential was evaluated by the DPPH method, which is based on the reduction of the absorbance in the visible region of the length of 515 nm in the
doi:10.29327/ouricuri.10.2-2 fatcat:mmzndqbl7bhetolxkzgemdzq4y