"He-man and the Masters of the Universe": a tecnocultura dos anos 80 e uma das primeiras recriações do pós-humano

João Jerónimo Machadinha Maia
2020 Revista 2i | Estudos de Identidade e Intermedialidade  
Este artigo tem como objetivo fazer uma revisitação do franchising He-man and the Masters of the Universe, um universo recreativo que se estendeu a várias áreas de negócio. Tratando-se de um universo concebido no contexto da tecnocultura dos anos 80, recebeu a influência de vários elementos culturais e ideológicos que justificam a sua classificação como representação do pós-humano. Inclusivamente, as representações de He-man em décadas posteriores não deixaram de revelar elementos interessantes
more » ... entos interessantes para o estudo académico das recriações do pós-humano face aos desenvolvimentos ocorridos na cultura popular e na cultura de massas através dos média. No entanto, trata-se de um produto de entretenimento que continua a ser essencialmente dirigido ao público de fãs dos anos 80, daí verificar-se determinadas particularidades na evolução das suas estórias.
doi:10.21814/2i.2551 fatcat:i6v5cj5x4bderm65tlyg2u4xhe