DETERMINANTES SOCIODEMOGRÁFICOS DA FALTA DE PRONTIDÃO PARA ATIVIDADE FÍSICA EM ADULTOS QUILOMBOLAS

Deyvis Nascimento Rodrigues, Ricardo Franklin de Freitas Mussi, Claudio Bispo de Almeida, Edio Luiz Petroski, Ferdinando Oliveira Carvalho
2020 Revista de Ciências Médicas e Biológicas  
<p>O objetivo do estudo é analisar os determinantes sociodemográficos da falta de prontidão para atividade física (FPAF) em adultos quilombolas. Trata-se de um estudo transversal com amostra representativa residentes em quilombos de região geografia baiana. Os dados foram obtidos por meio de entrevista com formulário padronizado que investigou as características sociodemográficas e a prontidão para AF. Utilizou-se qui-quadrado de Pearson para análise de associação e a regressão de Poisson para
more » ... ão de Poisson para estimar razões de prevalência, ambas considerando significância estatística para p&lt;0,05. Dentre os 850 participantes, com idade média de 45,0+17,0 anos, 61,2% eram do sexo feminino. A FPAF foi prevalente em 62,9% (IC95%: 59,6: 66,2) dos quilombolas. Os problemas ostearticulares que pioram com atividade física (36,2%) foram os principais problemas indicados como impedimento para a inserção imediata em programas de AF. A FPAF se associou independentemente com sexo e grupo etário. Então, ser do sexo feminino e ter idade <span style="text-decoration: underline;">&gt;</span>40 anos aumentam a probabilidade para a FPAF em adultos quilombolas.</p>
doi:10.9771/cmbio.v1i1.32737 fatcat:xzpbeeg5zfcdjoqdigcsobjhva