Terapia Ocupacional e os desafios da pesquisa qualitativa

Elisabete Ferreira Mângia
2017 Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo  
A importante expansão e reconhecimento internacional das abordagens qualitativas, que vem ocorrendo na última década, a multiplicidade de periódicos e campos de pesquisa, a sofisticação das metodologias e as suas novas exigências formais e critérios de qualidade, desafiam os pesquisadores nacionais da Terapia Ocupacional.
doi:10.11606/issn.2238-6149.v28i1pi-ii fatcat:p6z4pvsinzhjpohv4gknitelui