Mercado Kasher em São Paulo [thesis]

Clésio Agostinho Geraldo
The objective of this work is to analyze the interstices of the market to kasher in the city of São Paulo. In what it says respect to the feeding, the dietary laws, rigid laws, are a significant parcel of the orthodox religious Jewish identity. Also, in many cases, a religious Jew distinguishes itself from a lay one for the feeding. The nourishing conflicts are so intense that they occur even though in the interior of the Jewish families. We search thus, to verify the relation, amongst other
more » ... ngs, of the sacralization of the judaism, the theory to practises, where such results in a market of gradual and onerous ratios to the consumers, over all Jewish orthodox. Identity Vale destacar também que ao nos referirmos a 'produtos kasher' estamos selecionando uma parte dos mesmos, isto é, a que diz respeito à alimentação. Pois, para os judeus ortodoxos, kasher 8 pode tanto se referir a alimentos, como remédios, disposição da cozinha 9 , das roupas, ou seja, todo um estilo de vida que se propõe santo, segundo as especificações doutrinárias do judaísmo. Os produtos kasher não seguem necessariamente uma regra científica, lógica de alimentos ditos funcionais ou saudáveis, mas especificações que se construíram culturalmente, com base na religião judaica, e atualmente, há uma aparente sugestão de que existem importantes interesses mercadológicos. É possível, além disso, possuir um passado não-kasher, quando se é o primeiro membro de uma família a abraçar a ortodoxia, ou um continente nãokasher (os judeus ortodoxos da Europa central e oriental): "Eles chegaram com um sentimento claro de que a América não era Kasher" (Topel, 2005:74). Ou seja, kasher diz respeito a um estilo de vida que sugere santidade, separação e pureza. No que diz respeito à alimentação, as leis dietéticas, rígidas leis -como será demonstrado ao longo do trabalho -são uma parcela significativa da identidade judaica religiosa ortodoxa. Inclusive, em muitos casos, distingue-se um judeu religioso de um laico pela alimentação. Os conflitos alimentícios são tão intensos que ocorrem até mesmo no interior das famílias judaicas. 8 Dificilmente um judeu não ortodoxo siga a dieta kasher, e se o faz, restringe-se, quase sempre, em não misturar carne com leite, ou não consumir porco. Seja como for, isso evidencia que inclusive os judeus seculares apesar de não seguirem uma dieta alimentar estrita, consomem produtor kasher, são parte do mercado de produtos kasher, mas enfim, uma parte ínfima. 9 Ver Anexo 1, sobre como tornar uma cozinha kasher. Por outro lado salienta Bourdieu:
doi:10.11606/d.8.2010.tde-27042010-123515 fatcat:55nzipk2yrdnzoadob3dk7rz2q