NOTA TECNICA: RESPOSTA DA INOCULAÇÃO DE FUNGOS MICORRÍZICOS E RIZÓBIO NO CRESCIMENTO INICIAL DE Acacia mangium EM SOLO DE MINERAÇÃO NO ESTADO DE GOIÁS

Daniel Emanuel Cabral de Oliveira, Adalberto Viana da Silva, Adalberto Viana da Silva, Alex Fernando Almeida, Eliandra De Freitas Sia
2011 Revista Engenharia na Agricultura - REVENG  
Este estudo teve como objetivo avaliar o crescimento de Acacia mangium em solo degradado por mineração no Sudoeste do estado de Goiás. As sementes de A. mangium foram germinadas em câmara de germinação a 26 ºC, por três dias. As mudas foram inoculadas com fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) isolados da rizosfera de milho e/ou rizóbio no momento do plantio. Os tratamentos rizóbio, FMAs, FMAs+rizóbio e controle foram avaliados em casa de vegetação por 120 dias. Foi observado aumento no peso
more » ... o aumento no peso seco de caules e folhas entre os tratamentos inoculados com FMAs e/ou rizóbio, sendo o tratamento com rizóbio superior aos demais. O maior peso seco de raiz foi observado no tratamento FMAs/rizóbio, devido à densa formação de raízes laterais. Não houve diferença significativa de comprimento de raiz entre os tratamentos rizóbio, FMAs e FMAs/rizóbio. A colonização micorrízica influenciou a formação de nódulos por rizóbio nativo no solo no tratamento com FMAs, não havendo diferença significativa entre os tratamentos FMAs e rizóbio. A inoculação com FMAs e rizóbio pode ser uma alternativa viável para o desenvolvimento de programas de recuperação de áreas degradadas por mineração, devido ao melhor desenvolvimento do sistema radicular e foliar.
doi:10.13083/reveng.v19i3.130 fatcat:o462uhl3tbe2nlmjstnm7u6sdi