Filters








1 Hit in 0.24 sec

Avaliação econômica do seguimento farmacoterapêutico em pacientes com diabetes melito tipo 2 em farmácias comunitárias

Cassyano Januário Correr, Roberto Pontarolo, Astrid Wiens, Paula Rossignoli, Ana Carolina Melchiors, Rosana Radominski, Fernando Fernandez-Llimós
2009 Arquivos brasileiros de endocrinologia e metabologia  
OBJETIVO: Avaliar os resultados econômicos do seguimento farmacoterapêutico (SFT) em pacientes com diabetes melito tipo 2 em farmácias comunitárias privadas do sistema suplementar de Saúde. MÉTODOS: Foi realizado estudo clínico prospectivo com 161 pacientes separados em dois grupos, dos quais somente um recebeu SFT durante 12 meses. A partir dos resultados, foram calculados os dados de efetividade e os custos. O desfecho primário foi a avaliação econômica do SFT por meio da utilização de um
more » ... tilização de um indicador de efetividade (variação de hemoglobina glicada), relacionada aos custos do atendimento farmacêutico. Os desfechos secundários foram os valores de pressão arterial, circunferência abdominal e índice de massa corporal dos pacientes, que foram utilizados e relacionados a custos do atendimento do farmacêutico. RESULTADOS: Foi observada uma redução adicional de 1,3% da HbA1 no grupo que recebeu SFT em comparação ao grupo controle. Os custos anuais por paciente do grupo SFT relacionados à redução de 1% nos valores da HbA1 foram de R$ 78,83. Para melhoria no controle dos pacientes diabéticos tipo 2, esse recurso pode ser implementado com o investimento anual médio de R$ 456,05 por paciente, utilizando SFT e monitorização com testes de glicemia. CONCLUSÕES: É possível obter redução da HbA1 para níveis desejados por meio da utilização do SFT. Este pode ser considerado um recurso adicional para o alcance do controle metabólico, resultando, nesse estudo, em um custo de R$ 76,00 paciente/ano, para redução de 1% nos valores da HbA1.
doi:10.1590/s0004-27302009000700006 pmid:19942984 fatcat:dwvo4srygrf77esldhp75jtdl4