Filters








1 Hit in 0.042 sec

PROPOSTA DE PARÂMETROS PARA ANÁLISE DE PARATEXTOS DE LIVROS TRADUZIDOS

TERESA DIAS CARNEIRO
2016 Tradução em Revista  
Introdução Aproveitando o mote deste dossiê temático da Tradução em Revista - "Tra--dução em Movimento" - proponho---me a pensar o paratexto do livro tra--duzido como instância que desvela o caráter instável e culturalmente mar--cado de todo o material que acompanha o texto no produto livro, "aquilo por meio de que um texto se torna livro e se propõe como tal a seus leito--res" (Genette, 2009, p. 9), resultado da "viagem" empreendida de uma lín--gua---cultura para outra, tornando esse texto
more » ... ando esse texto presente e apto para sua recep--ção e seu consumo no sistema meta. A "viagem" de uma língua---cultura para outra deixa marcas e traços palpáveis na publicação. O texto se despe de todo o aparato paratextual que o revestia no sistema de origem e assume nova roupagem para entrar triunfante (porque derridianamente sobrevi--vente) no novo sistema meta, e influenciar sua recepção. A tradução em movimento implica decisões editoriais tomadas na nova "casa", consubs--tanciando---se num aparato paratextual renovado. O verso da folha de rosto é, no livro traduzido, o relato sucinto dessa viagem, pois lá constam infor--mações do ponto de partida (título e editora original) e do ponto de destino (título traduzido, nome do tradutor e editora da tradução). Já na época da minha pesquisa de Mestrado (Letras/Ciência da Lite--ratura, UFRJ---1999), que deu origem à dissertação intitulada As obras de Mário de Andrade traduzidas na França: história, concepção e crítica - em que me propus a analisar não só texto, como também o paratexto dessas obras - surpreendi---me com a incipiente bibliografia sobre o paratexto do livro traduzido dentro da teoria geral do paratexto. Os escritos teóricos
doi:10.17771/pucrio.tradrev.25577 fatcat:tuvd3lyaone4dl4qmhhldozkdy