Filters








1 Hit in 0.22 sec

Administração intranasal do agente antitumoral álcool perílico: estratégia terapêutica para pacientes com glioblastoma recidivado: Comunicação preliminar

Clovis Orlando da Fonseca, Marcela D'Allincourt Salazar, Regina Caetano, Débora Futuro, Leonardo Miguez, Janaína Nagel, Thereza Quírico-Santos
2005 Brazilian Neurosurgery  
ResumoÁlcool perílico (AP) é um monoterpeno com ação antitumoral comprovada, em estudos pré-clínicos, sobre diferentes tipos de tumores induzidos em animais. Fase I e II de ensaios clínicos estão correntemente em desenvolvimento. O mecanismo de ação da atividade antitumoral do AP envolve a inibição da isoprenilação pós-traducional de proteínas G, incluindo a p21-Ras, bloqueando a transdução do sinal. A desregulação da função da p21-Ras, como resultado de mutação, superexpressão ou superativação
more » ... ão ou superativação dos fatores de crescimento, contribui para o crescimento de glioblastoma. A administração intranasal é uma abordagem prática e não-invasiva que permite que agentes terapêuticos que não cruzam a barreira hemato-encefálica alcancem o sistema nervoso central, reduzindo os efeitos colaterais provenientes da administração sistêmica. Este artigo discute a administração intranasal do AP, como potencial estratégia terapêutica multimodal para estas neoplasias e apresenta resultado preliminar em um caso.
doi:10.1055/s-0038-1625467 fatcat:blbpnt3ntrevpk7pojeuyodgaq