Filters








1 Hit in 0.03 sec

Revisitando a fala egocêntrica: uma nova hipótese

Karin Quast
2009 Pro-Posições  
Nesta instigante obra, de interesse àqueles que buscam compreender a aquisição da linguagem pela criança, questões concernentes à fala egocêntrica e à relação pensamento-linguagem, Junefelt traz dados de uma criança cega (Anders) que vinha acompanhando há oito anos. O episódio escolhido para as reflexões da pesquisadora revolve em torno de uma atividade de elaboração de um conto de fadas por Anders (aqui com oito anos de idade), que é filmado enquanto desenvolve e escreve seu conto, acompanhado
more » ... conto, acompanhado apenas de seu constante e inseparável companheiro: o boneco Fredrik. Porém, enquanto elabora e escreve, Anders dialoga com Fredrik. Alterando seu tom de voz, Anders personifica Fredrik. Realizando, pois, uma análise criteriosa, meticulosa e detalhada desse episódio, Junefelt, a partir da perspectiva bakhtiniana de linguagem, objetiva reabrir a discussão sobre a fala egocêntrica, que tem sido, desde Piaget e Vygotsky, tomada como um estágio no desenvolvimento comunicativo e cognitivo da criança, ainda que de perspectivas diferentes 1 . Questionando o enfoque primordialmente individualista e monológico nas análises dessa fala -em que o "eu" e o "outro" são considerados em termos de alienação e oposição -, bem como algumas das proposições tanto de Piaget quanto de Vygotsky, Junefelt não somente analisa os dados sob o enfoque dialógico, mas, para pontuar as formulações das quais discorda, realiza um movimento talvez único: efetua primeiramente a análise sob a perspectiva tanto piagetiana como vygotskiana. Assim, de forma a atingir seus objetivos, a pesquisadora divide o livro em sete capítulos. No primeiro, aponta como a aquisição da linguagem pela crian-* Professora convidada do curso de Especialização em Língua Inglesa da Unitau; doutora em Educação pela Unicamp, Campinas, SP, Brasil. mktostes@uol.com.br 1. No Brasil alguns pesquisadores já questionaram a linearidade discurso social -fala egocêntricadiscurso interior, proposta por Vygotsky. Ver, por exemplo, Smolka (1993), Morato (1991), Quast (2009).
doi:10.1590/s0103-73072009000300016 fatcat:jxl3mrsyebdjrgf4zanowhkhve