Filters








1 Hit in 0.28 sec

Esquistossomose: nova ocorrência de Biomphalaria straminea em Belo Horizonte, Minas Gerais

Cecília Pereira de Souza, Paulo Roberto Bastos Ribeiro, Carlos Tito Guimarães, Liana K. Jannotti-Passos, Marilza Antunes de Souza
1996 Cadernos de Saúde Pública  
Em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, a Biomphalaria straminea é encontrada na região da Pampulha. Recentemente, o molusco foi encontrado em valas da antiga Barragem de Santa Lúcia, foco extinto de esquistossomose transmitida por B. glabrata. Os moluscos foram coletados e examinados para verificar se estavam naturalmente infectados com Schistosoma mansoni. Os exemplares negativos foram usados para criação ou infecção com a cepa LE de S. mansoni, mantida no laboratório, e outra cepa VGS,
more » ... utra cepa VGS, obtida de ovos de fezes de escolar de Belo Horizonte. Dentre 1.890 moluscos capturados em 1994 e 1995, nenhum estava infectado com S. mansoni. Dentre 87 exemplares coletados no criadouro e expostos à cepa LE, nove (10,3%) eliminaram cercárias; dentre 83 moluscos da F1, dez (12,0%) eliminaram cercárias e dentre 88 exemplares coletados e expostos à cepa VGS, dez (11,3%) eliminaram cercárias. Em Belo Horizonte, a esquistossomose é transmitida por B. glabrata e B. tenagophila. Entretanto, atualmente existe o risco de aparecimento de novo foco, no qual a B. straminea poderá vir a ser a transmissora, se medidas profiláticas adequadas não forem tomadas pelas autoridades responsáveis pela construção de um parque e lago no local.
doi:10.1590/s0102-311x1996000400013 pmid:10904358 fatcat:h654h657yfamfepvyqox7qtcnm