Filters








1 Hit in 0.035 sec

Comentário sobre a tradução de Paulo César Souza das obras completas de Sigmund Freud

Betty Bernardo Fuks
2011 Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental  
Em sua homenagem ao texto "A tarefa do tradutor" de Walter Benjamin, Jacques Derrida reinterpreta o mito bíblico da Torre de Babel para ilustrar o double bind, possibilidade/ impossibilidade, da tradução (Derrida, 2006) . Para o filósofo da desconstrução, o pecado dos homens da tribo Shem (do hebraico, nome) foi o de querer impor seu nome e uma língua universal a todas as outras tribos. Com o objetivo de chegar aos céus para alcançar a soberania e exercer uma nova ordem, os homens pré-babélicos
more » ... omens pré-babélicos construíram uma torre, despertando a fúria divina. Num ataque de violência, gritando seu próprio nome Bavel ou Bavel, palavra do hebraico semelhante a "confusão", Deus destrói sumariamente a torre e estabelece a diferenciação entre os idiomas e a dispersão entre os povos. O homem ficou, assim, condenado a sofrer da confusão entre as múltiplas línguas do universo, sempre sujeitas à
doi:10.1590/s1415-47142011000300012 fatcat:go3ytpt63jcc3paz6imytivi3e