Filters








1,511 Hits in 3.5 sec

Uma proto-feminista da Venezuela: Teresa de la Parra

Eva Paulino Bueno
2013 Revista Espaço Acadêmico  
Nesta resenha se apresenta o livro de RoseAnna Mueller, que discute a vida literaria e a obra da escritora venezuelana Teresa de la Parra.  ...  [definir título diferente do título da obra] EVA PAULINO BUENO * Este livro de RoseAnna Mueller conta uma parte de uma experiência que é muito comum entre nós, professores: descobrir um assunto de pesquisa  ...  Como ela nos conta no Prefácio do livro, ela entrou em contato com o trabalho de Teresa de la Parra quando foi trabalhar na Venezuela por ter sido nomeada pela Fulbright para representar os Estados Unidos  ... 
doaj:20f555ad0f08429ba755647221f11487 fatcat:cs2rn3lpojfqlnt5nmlc27albm

Factores socio psicopedagógicos que inciden en el bajo rendimiento de los escolares de la "Unidad Educativa Paulino Milán Herrera

Adriana Lourdes Robles Altamirano, Teresa Celeste Naranjo Pinela, Gloria Angélica Valderrama Barragán, Eisenhover Bradley Rovalino Palacios
2019 Revista Conrado  
Los indicadores determinados, orientaron la elaboración de los instrumentos correspondientes, o sea las encuestas, que se aplicaron en la "Unidad Educativa Paulino Milán Herrera".  ...  De manera particular este trabajo se centra en dilucidar aquellos factores socio psicopedagógicos que tienen una incidencia directa en el bajo rendimiento de los escolares de la "Unidad Educativa Paulino  ...  Los indicadores determinados, orientaron la elaboración de los instrumentos correspondientes, o sea las encuestas, que se aplicaron en la "Unidad Educativa Paulino Milán Herrera".  ... 
doaj:3718c12f957041fa846808e1df2b49da fatcat:hijarrspbjgexlq3ixvck33mee

As oficinas na saúde mental: relato de uma experiência na internação

Teresa Cristina Paulino de Mendonça
2005 Psicologia: Ciência e Profissão  
As oficinas oferecem, como espaço que possibilita a expressão criativa individual na coletividade da instituição psiquiátrica, uma Teresa Cristina Paulino de Mendonça "A oficina vincula- se mais  ... 
doi:10.1590/s1414-98932005000400011 fatcat:fufaplu2e5cjxaipyf2glm5p4e

A potencialidade das tecnologias, no ensino básico

Teresa Jesus Correia Paulino-Santos
2015 Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación  
Resumo As Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC) em Portugal, assumem uma importante dimensão pedagógica em toda a escolaridade obrigatória, de forma diversificada. Elas potenciam a organização, a planificação das atividades e são integradas no currículo escolar como uma forma de renovação das oportunidades de aprendizagem. Para isso contribuíu a generalização da utilização dos computadores, o acesso às redes eletrónicas de informação e os recursos disponiveis na Web por alunos e
more » ... ssores. Através deste estudo pretende-se identificar e contextualizar a utilização das TIC nos alunos do 2º e 3ºciclos do ensino básico como recurso didático para o desenvolvimento de competências transversais . Introdução O desenvolvimento tecnológico das últimas décadas originou avanços extraordinários em praticamente todas as áreas do conhecimento, facto que não esteve alheia a educação. No contexto da educação, a escola surge como um espaço privilegiado de interação social, integrado nos demais espaços de conhecimento que incorporam a informação, a matéria-prima e as tecnologias agir sobre a informação (Castells,2005), pois permite fazer as pontes entre conhecimentos tornar-se num novo elemento de cooperação e transformação. Estas novas formas de comunicar e trabalhar, requerem de dispositivos de formação e certificação de competências básicas em TIC, como o pensamento crítico, a gestão do conhecimento, o aprender a aprender, entre outras. Em Portugal foi implementado, em 2007, o Plano Tecnológico da Educação (PTE, 2007), tendo como ambição colocar Portugal entre os cinco países europeus mais avançados em matéria de modernização tecnológica das escolas até 2010. Com um período de implementação previsto de três anos (2007-2010) e estruturado em três grandes eixos -Tecnologia, Conteúdos e Formação -pretendia abarcar na globalidade ou em parte, todas as áreas relacionadas com a modernização da escola portuguesa. Este plano ambicioso propunha atingir os seguintes objetivos até 2010: Atingir a rácio de dois alunos por computador com ligação à Internet; Garantir em todas as escolas o acesso à Internet em banda larga de alta velocidade de pelo menos 48 Mbps; Assegurar que, em 2010, docentes e alunos utilizam TIC em pelo menos 25% das aulas; Massificar a utilização de meios de comunicação electrónicos, disponibilizando endereços de correio electrónico a 100% de alunos e docentes já em 2010; Assegurar que, em 2010, 90% dos docentes veem as suas competências TIC certificadas; Certificar 50% dos alunos em TIC até 2010. Houve um esforço significativo em equipar e renovar o parque informático e equipamentos multimédia das escolas portuguesas, bem como as ligações rápidas à internet. Criaram-se assim condições materiais para dotar professores e alunos de ferramentas e meios tecnológicos para enfrentarem os desafios da educação em tempos de mudança, onde novos desafios emergiram. Integração das TIC A integração das tecnologias da Informação e comunicação no currículo são um reflexo da ação educativa de um país em todas as áreas desde a educação infantil ao secundário superior, os alunos são desde cedo iniciados na linguagem das novas tecnologias. Nesta perspetiva, as tecnologias facilitam as atividades práticas de carácter interdisciplinar e transdisciplinar, permitem aos professores transformar radicalmente os seus modelos didáticos, permitem diversas disciplinas agruparem-se na realização de tarefas e projetos comuns . O uso das TIC "depende também, de uma forma muito direta, da preparação efetiva que os professores têm (ou não têm) para promoverem a sua inserção nas atividades escolares" (Costa, 2008. p.24). Os professores têm sido desafiados ao " seu próprio desenvolvimento profissional, mas, sobretudo, para poderem utilizá-las com os seus alunos, proporcionando-lhes situações de aprendizagem inovadoras, mais interessantes e mais próximas da realidade envolvente" (Costa, 2003. p.1). As TIC, não vai substituir a escola e o professor nem outros recursos didáticos, mas uma ferramenta nas mãos dos professores e alunos com critérios de oportunidade e eficácia. Elas são aceites na escola pelo poder de motivação pela sua versatilidade e suas possibilidades nos processos do ensino aprendizagem. As plataformas e-learning e a Web 2.0 são, atualmente, uma das ferramentas mais importantes desta evolução tecnológica, pois permitem práticas de ensino mais construtivas e interativas, que possibilitam o ensino a distância. Este tipo de práticas vem substituir os métodos de ensino tradicionais, incentivando o trabalho colaborativo e construtivo um espaço por excelência que permite a aplicação dessas novas abordagens educativas. O aluno melhora a sua aprendizagem pois explora livremente, faz perguntas quando necessita e repete quando não domina para passar à seguinte. A Internet abre os olhos para horizontes distantes. A possibilidade da troca de experiências, as novas metodologias e a interação com outras culturas, estimulam a criação de muitos projetos voltados ao processo ensino aprendizagem. Segundo Moran (2006) "a Internet pode ajudar o professor a preparar melhor a sua aula, a ampliar as formas de lecionar, a modificar o processo de avaliação e de comunicação com o aluno e com os seus colegas." Corrobando com a perspetiva de Moran, podemos afirmar são inúmeras as potencialidades da internet apresenta. Os recursos disponíveis na web são um grande centro de pesquisa para professores e alunos, abrangendo todas as áreas do conhecimento, considerando a imensa Selección y peer-review bajo responsabilidad del Grupo de Investigación G000422-GIPDAE, Universidade da Coruña, España.
doi:10.17979/reipe.2015.0.13.397 fatcat:l7g3d5rjovfhbdvqkuowbxhqhq

HMG–CoA Lyase Deficiency [chapter]

Beatriz Puisac, Maria Arnedo, Ma Concepcion, Esperanza Teresa, Angeles Pie, Gloria Bueno, Feliciano J., Paulino Gomez-Puertas, Juan Pie
2011 Advances in the Study of Genetic Disorders  
Ramos, Paulino Gomeź-Puertas and Juan Pie (2011). HMG-CoA Lyase Deficiency, Advances in the Study of Genetic Disorders, Dr.  ...  How to reference In order to correctly reference this scholarly work, feel free to copy and paste the following: Beatriz Puisac, Mariá Arnedo, Ma Concepcioń Gil-Rodriǵuez, Esperanza Teresa, Angeles Pie  ... 
doi:10.5772/20252 fatcat:y2j5gxnqkjg5dbj4ww7jriqghm

Use and occupation of the soil through a historical series in the Santa Teresa river watershed in Goiás

Pedro Paulino Borges, Patrick Thomaz de Aquino Martins, Anamaria Achtschin Ferreira
2016 Revista Brasileira de Geografia Física  
O presente trabalho teve como objetivo avaliar o uso e cobertura do solo através de uma série histórica na bacia do rio Santa Teresa, estado de Goiás.  ...  A bacia do rio Santa Teresa tem uma grande área de vegetação remanescente (70,37% da área da bacia em 2013), entretanto, ressaltamos a necessidade de esforços da comunidade científica para inventariar  ...  Resultados A cobertura do solo na bacia do rio Santa Teresa tem sido alterada ao longo dos anos.  ... 
doi:10.5935/1984-2295.20160020 fatcat:ifgosuvjcbdqtlfaaycpaiuutu

International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) 2001

M.ª Teresa Jiménez Buñuales, Paulino González Diego, José M.ª Martín Moreno
2002 Revista Española de Salud Pública  
ne ra les D3 Co mu ni ca ción D4 Mo vi li dad D5 Au to cui da do D6 Vida do més ti ca D7 Tabla 1 Tabla 2 Do mi nios Ca li fi ca do res De sem pe ño/ Rea li za ción Ca pa ci dad M.ª Teresa  ... 
doi:10.1590/s1135-57272002000400002 fatcat:2z2ubny4czehpox2sn5tghmljm

Work softening of drawn low carbon steel bars

Maria Teresa Paulino Aguilar, Elaine Carballo Siqueira Corrêa, Waldemar Alfredo Monteiro, Nildemar Aparecido Messias Ferreira, Paulo Roberto Cetlin
2001 Materials Research  
The work hardening of metals subjected to complex processing paths is different from that in monotonic deformation. Changes in the deformation mode can promote transients in the strain-hardening rate, leading to anomalous softening or hardening of the material. This paper investigates the influence of strain path changes on the tensile behavior of drawn 0.12% steel rods. Annealed or predrawn specimens were submitted to cyclic twisting and then tested in tension. The results show that the cyclic
more » ... deformation causes changes in the mechanical behavior of the metal, and the effect will depend on the previous "history" of the material. Cyclic twisting causes hardening in annealed samples, but leads to softening of the drawn bars. These phenomena are in line with the corresponding substructural aspects.
doi:10.1590/s1516-14392001000200008 fatcat:f4xrtj3cvvefvdmqjowmscdreq

EL COMPLEJO ARQUEOLÓGICO GARU Y SU VALOR HISTÓRICO ANTROPOLÓGICO EN LA PROVINCIA DE YAROWILCA

Paulino Nicéforo Bustamante, Raúl Jorge Aliaga Camarena, Teresa Guerra Carhuapoma
2018 Investigación Valdizana  
Sin duda, el hombre andino, en muchas regiones del país, conserva su historia y su cultura, las que se hallan en deterioro y en proceso de occidentalización, con graves efectos para la educación, consecuencias que lo llevará a la alienación, enajenación mental y material. El objetivo del estudio fue describir y explicar las manifestaciones históricas y antropológicas que perviven en torno a la comunidad de San Antonio de Choras, en la provincia de Yaruwilca; teniendo por hipótesis que Garu es
more » ... referente histórico y antropológico de enorme trascendencia cultural para la formación de la conciencia regional y la identidad local. Como métodos de estudio tuvimos la heurística, el histórico deductivo, la hermenéutica y la etnohistoria. Los resultados obtenidos son tecnológicos, productivos, gastronómicos, artesanales, costumbres, tradiciones, formas de vida y creencias de origen ancestral. La conclusión preliminar induce a sostener que los complejos arqueológicos influyen en la población al distinguir una historia viviente de amplio conocimiento milenario con usos, costumbres, ritos, creencias y sincretismo religioso, como magnificencia de su identidad cultural.
doaj:7924f7eed0444184b38eaabb345fbaba fatcat:e6ioetaprvbnzakjh37q7ie5i4

Mitochondrial HMG–CoA Synthase Deficiency [chapter]

Maria Arnedo, Monica Ramos, Beatriz Puisac, Ma Concepcion, Esperanza Teresa, Angeles Pie, Gloria Bueno, Feliciano J., Paulino Gomez-Puertas, Juan Pie
2011 Advances in the Study of Genetic Disorders  
Ramos, Paulino Goḿez-Puertas and Juan Pie (2011). Mitochondrial HMG-CoA Synthase Deficiency, Advances in the Study of Genetic Disorders, Dr.  ...  How to reference In order to correctly reference this scholarly work, feel free to copy and paste the following: Mariá Arnedo, Mońica Ramos, Beatriz Puisac, Ma Concepcioń Gil-Rodriǵuez, Esperanza Teresa  ... 
doi:10.5772/22151 fatcat:ogze2bzpp5esljx5s6wfv7mihy

Metodologias ativas aplicadas na disciplina de saneamento ambiental no curso engenharia civil

Dayana Keitty Carmo Gonçalves, Maria Teresa Paulino Aguilar
2019 Brazilian Journal of Development  
doi:10.34117/bjdv5n10-158 fatcat:yx3fghwiifhrfcmyy45cwmulqy

Eventos adversos pós-vacinais ocorridos: estudo de caso em um município da grande São Paulo

Teresa Cristina Gioia Schimidt, Thiago Paulino Da Silva
2019 Enfermagem Brasil  
Trabalho com objetivo de apresentar as principais ocorrências de reações adversas pós-imunização ocorridas em 2013, em um município da grande São Paulo. Delineado como pesquisa epidemiológica, exploratória, descritiva com abordagem quantitativa baseada nas 105 Fichas de Notificação dos Eventos Adversos Pós-Imunização. Resultados revelaram uma maior incidência de eventos adversos em menores de um ano, totalizando 64,9% (37). Com relação aos imunobiológicos, a maior prevalência de eventos
more » ... decorreu na administração da vacina Pentavalente, com 54,3% (31); a vacina influenza representou 21,0% (12). Os tipos de manifestações consideradas leves e esperadas obtiveram 76,1% de representatividade, sendo que dentre estas, destacou-se: dor e/ou rubor, febre de 38,0ºC a 39,4ºC, febre não medida e irritabilidade, representando juntos 45,1% do total geral de casos. Os eventos graves, considerados de notificação compulsória, obtiveram 23,9% de representatividade, destacando: abscesso local quente e choro persistente, os quais juntos representaram 15,5% do total geral de casos. Conclui-se sobre a importância da capacitação constante das equipes de saúde, para que estas possam passar a adotar as condutas padronizadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). Sugere-se o aprofundamento do conhecimento dos profissionais em relação ao manejo, diagnóstico, investigação e tratamento, além de garantir a qualidade e o aperfeiçoamento dos imunobiológicos.Palavras-chave: efeitos adversos, imunização, sistema de notificação de reações adversas e medicamentos.
doi:10.33233/eb.v14i1.3704 fatcat:pyhlivmc35bjrag5pebbulc4wy

Perspetivas de avaliação das aprendizagens, no ensino básico

Teresa Jesus Correia Paulino Santos, Maria Palmira Alves
2015 Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación  
Resumo A revisão da literatura sobre a avaliação em educação evidencia uma significativa alteração concetual, traduzida numa sistemática apreciação do mérito e do valor dos objetos avaliados, a incluir professores, projetos, currículos, programas, materiais, ensino ou políticas, com vista a uma melhoria sustentada de todos os dispositivos, nomeadamente, os relativos às aprendizagens dos alunos. A avaliação das aprendizagens deve ser integrada no processo de ensino e estar ao serviço da
more » ... gem. Este artigo apresenta os resultados de um estudo, em que se identificam as perspetivas de professores e de alunos do 3º ciclo do ensino básico sobre o ensino e a avaliação das aprendizagens. Os resultados mostram que os alunos evidenciam perspetivas muito positivas sobre o ensino e a avaliação de que são objeto e que os professores são capazes de construir dinâmicas contextualizadas, valorizando a avaliação formativa. Estes resultados questionam as atuais políticas educativas, orientadas para a performatividade e competividade, suportadas num currículo nacional enroupado em metas de aprendizagem, em que a avaliação surge ligada aos padrões de desempenho, presentes nos referentes internacionais e nacionais sobre o domínio das qualificações. Palavras-chave: avaliação, autoavaliação, ensino, aprendizagem Introdução O conceito de avaliação tem sofrido várias alterações ao longo dos tempos. Essa evolução está relacionada, entre outros, com os contextos históricos e sociais, os propósitos que se pretendem alcançar e, ainda, com as convicções filosóficas daqueles que a desenvolvem e concretizam. Guba e Lincoln (1989) sustentam que a avaliação e as práticas de avaliação sofreram, desde o final do séc. XIX até aos nossos dias, uma evolução, sinalizando quatro gerações: na primeira geração, avaliar e medir são sinónimos. O pensamento era de que testes bem elaborados permitiam medir com rigor (precisão e isenção) as aprendizagens dos alunos. A verdadeira racionalização da avaliação, como prática específica, surge a partir de meados do século XIX, essencialmente, em virtude de um interesse crescente pela medida (pelo seu rigor e procedimentos); do aumento da complexidade dos sistemas educativos, acarretando novas exigências de seleção e orientação, ou organização no sistema escolar; e da tendência geral para normalizar o comportamento humano em diversos campos em que a atividade se regista. Na segunda geração, a avaliação está centrada nos objetivos e é "uma comparação entre os objetivos que constituem o sistema de referência e o estado do aluno na consecução desses objectivos" (Pinto & Santos, 2006, p. 21). A avaliação adquire um sistema de referência criterial, em que os critérios previamente definidos vão permitir verificar o cumprimento, ou não, dos objetivos. Na terceira geração, o ato de avaliar integra o ato de julgar (Hadji, 1994) , isto é, o objetivo da avaliação é fornecer um juízo sobre o "mérito ou valor" daquilo que é avaliado. Scriven (1967) refere a possibilidade de a avaliação assumir funções diversas, de aperfeiçoamento e de balanço do processo educativo e estabelece, pela primeira vez, a diferença entre avaliação sumativa e avaliação formativa. A avaliação formativa é integrada no processo de aprendizagem e atua como recurso adequado para regular e adaptar a programação às necessidades e dificuldades dos alunos. Para tal, deve investir-se na construção de instrumentos de avaliação que possam ser fiáveis e testem aquilo que é de fato importante. Estes instrumentos centram-se nos objetivos terminais de cada programa e a sua utilização permite verificar a evolução dos alunos, nos diferentes domínios do saber (Pinto & Santos, 2006, p. 27). O diagnóstico e a remediação passam a ser componentes fundamentais desta avaliação. Nesta geração, a evolução do pensamento sobre a avaliação alargou-se definitivamente, passando a englobar o contexto e o quadro de relações (Pinto & Santos, 2006), entrando em linha de conta com redes de interrelações e interdependências entre diversos contextos de tomada de decisão. Na quarta geração, pretende-se que a avaliação conduza a discursos consensuais sobre o objeto da avaliação e que os avaliados sejam, também, responsáveis por ela, sendo vista como uma negociação e como uma construção coletiva de sentido(s) (Alves & Machado, 2008) . Na perspetiva de Cardinet (1993), a tarefa de ensinar é muito vasta e complexa e tem a função de facilitar a aprendizagem, funcionando a avaliação como um guia da ação. Atualmente, muitos autores (Figari, 1996; Alves, 2004) consideram que a avaliação consiste, basicamente, numa relação entre dois elementos: o "referido", isto é, aquilo que existe, um determinado comportamento, uma determinada realidade concreta e o "referente", isto é, aquilo que é esperado, um modelo de comportamento, uma situação ideal. Nesta perspetiva, avaliar é comparar estas duas realidades que, mesmo não existindo, são objeto de uma construção que se traduz num juízo: "este é um bom aluno", "esta é uma boa escola", "este professor é competente", etc. Assim, segundo Hadji, (1994, p.31), avaliar é "o ato pelo qual se formula um juízo de 'valor' incidindo num objeto Selección y peer-review bajo responsabilidad del Grupo de Investigación G000422-GIPDAE, Universidade da Coruña, España.
doi:10.17979/reipe.2015.0.10.437 fatcat:kckqrf4wpne3rjevsnpor3d32q

Evaluation Of Thermal Diffusivity In Ceramic Blocks Using Infrared Thermography

Barbosa*1, Paula Glória, Caroline Rodrigues2, Roberto Márcio De Andrade2, Cristiane Do Bom Conselho Sales Alvarenga2, Maria Teresa Paulino Aguilar2, Rosemary Bom Conselho Sales3
2018 Zenodo  
The inadequacy of materials and architectural elements to adapt to local climatic aspects requires the use of air conditioning systems to meet human comfort and energy efficiency needs in buildings. Knowledge of the thermal properties of materials is directly related to the planning of thermal comfort and energy efficiency. In analyses of problems involving nonstationary regimes, such as in heat exchange processes that occur in the building envelope, thermal diffusivity is an important property
more » ... to be considered. This study evaluated the thermal diffusivity of flat components commonly used for masonry forming, solid red clay blocks and hollow blocks made of red clay and concrete, using infrared thermography. The calculations were based on a unidimensional heat transfer model in a system subjected to a transient regime. The data were computed by the semi-infinite solid model and were validated by comparison with values from published works. The results indicated that infrared thermography is a suitable technique to characterize the thermal diffusivity of building materials
doi:10.5281/zenodo.1472603 fatcat:p3bl3jehkrh3bluwctejkm4wvy

Microstructure and hardness of cement pastes with mineral admixture

Dayana Cristina Silva Garcia, Marcela Maira Nascimento de Souza Soares, Augusto Cesar da Silva Bezerra, Maria Teresa Paulino Aguilar, Roberto Braga Figueiredo
2017 Matéria  
Portland cement pastes are highly heterogeneous material and exhibits heterogeneous features over a wide range of length scales. Mechanical properties of microstructure can be determined using depth-sensing indentation. Coupled indentation/SEM technique can be used to location the indents and provides a way to determine the mechanical properties of a specific phase. Thus, the present paper aims to determine the hardness of different phases of cement pastes prepared with different mineral
more » ... res including sugarcane bagasse ash. The microstructure of cement pastes prepared with different mineral admixtures is analyzed by X ray diffraction, scanning electron microscopy and dynamic hardness tests on polished sections. The different backscatter coefficient allows to differentiate anhydrous phases from C-S-H, calcium hydroxide, silica fume and quartz. A grid of indentation is used to determine the hardness of the different phases and a complete phase segmentation of the different samples is achieved. The results show that the hardness of the different phases follow the sequence (from higher to lower hardness) quartz, anhydrous particles, calcium hydroxide, C-S-H and agglomerated silica fume. The presence of agglomerated silica fume is clearly observed in scanning electron microscopy images and the poor mechanical properties of these areas might compromise the cement pastes. The microstructure of cement pastes prepared with sugarcane bagasse ashes is similar to the observed in samples with crushed quartz.
doi:10.1590/s1517-707620170002.0145 fatcat:zjobzjphr5fg7jajcvhe5truve
« Previous Showing results 1 — 15 out of 1,511 results